4 de novembro de 2011

Seis coisas que eu gostaria de fazer e ainda não fiz

Encontrei o meme no Is Adorable, mas acabou virando febre entre um grupo de blogueiras. Algumas surtaram e fizeram oito itens, outras resolveram sambar na nossa cara e rolou até tapa na cara. Eu prefiro me conter e, sôfrega, listar somente seis itens mesmo. Isso será difícil porque ao mesmo tempo em que quero fazer um monte de coisas, sei que não tenho coragem (ou seja lá o que for) para realizá-las. Também tenho consciência de que sou muito repetitiva em memes, sempre coloco as mesmas coisas e todo mundo já sabe que The Rasmus estará presente em algum item por um motivo qualquer. Mas prometo que dessa vez tentarei ser mais criativa.

#1 Lançar um livro
"Helena" está sendo escrito desde 2008. A história de uma mulher e seu amor platônico, que tem um amigo tagarela, outra amiga avoada e fútil e seu gato de estimação parou, há alguns meses, na página 50 e tantos. Eu sei o que quero fazer, sei qual caminho tomar para chegar ao final da história, mas estou sofrendo um bloqueio mental. Bloqueio emocional também. Na verdade, qualquer tipo de bloqueio que você conseguir imaginar. Acho que o livro, quando lançado, será um divisor de águas na minha vida. Portanto, creio que só conseguirei terminá-lo quando eu estiver pronta para isso (deixa a menina se enganar, gente). Mas não pense que quero um contrato gordo e suculento com uma editora de respeito e sucesso. Não. Lançarei meu livro pela janela por meio desses sites "independentes" onde qualquer um pode lançar qualquer punhado de cento e poucas páginas. Farei isso pela diversão e por meu amor em escrever, só isso.

#2 Participar de um projeto social
Tanto ONGs quanto projetos que surgem entre os dedos da sociedade. O "Free Hugs", por exemplo. Quero fazer a diferença na vida das pessoas, demonstrar que alguém ainda se preocupa com o rumo da sociedade e trata todos individualmente, levando em consideração seus problemas e sonhos. Ouvi alguém dizer que minha geração é composta por sonhadores. Não lembro quem disse ou se li em algum lugar, mas acho que não é uma informação errada. Até porque, esse tipo de atitude anda pipocando por todos os cantos, e as gerações que vão chegando alimentam a ideia. Isso é muito bom! Precisamos relembrar que somos pessoas e não gado indo para o abate.

#3 Patentear uma invenção
Sou dessas que olham para as nuvens e enxergam animais e diversas figuras. Vejo rostos em objetos (em tomadas, quem nunca?) e acho que muita coisa deve ser melhorada, extinta ou modificada. Já tive ideias que simplificariam o cotidiano, mas a maioria é bem idiota, claro. Há uma ou duas que merecem uma rápida análise feita pelas indústrias. Não, não vou escrever aqui quais são essas ideias. Só metade da minha genética é idiota, a outra metade é esperta o suficiente para manter todos os níveis do meu ego ativos. Também não sou tão pretenciosa quanto pareço, só um pouco. A verdade é que todo mundo quer inventar um escorredor de arroz na vida e ser feliz com o dinheiro depois.

#4 Fazer uma participação no circo
Loucura seria não querer isso. Pisar em um picadeiro, mesmo sem ninguém na plateia, é indescritível. Mas eu gostaria de viver na pele a experiência de se apresentar para um público que espera algo muito lindo, fantástico ou engraçado. Que quer aplaudir, gritar Bravo! e se emocionar. Como não sei nada sobre equitação, malabarismo, contorcionismo, ilusionismo e qualquer outro ismo, a única atração que me resta é o palhaço. A palhaça, melhor dizendo. Desfilar na cabeça de um elefante seria o clímax da minha vida, mas não acredito ter aparência para ser o cartão de visita de um circo (qualquer que seja o nível). Assistente de palco também caberia bem a minha falta de categoria. Qualquer dia desses, uso uma fantasia de palhaço (decente!) e monto um espetáculo no centro da cidade, só para justificar minha existência.

#5 Voar de balão
Eu morro de medo de altura. Sofro vertingens até em escadas rolantes, para vocês sentirem a gravidade do problema. Mas por outro lado, sempre achei o balão de ar lindo! Não é como o avião, que decola aos trancos e barrancos e depois fica suspenso no ar, descontrolando todas as leis da Física e da Mãe Natureza. É manso, silencioso, não há classe econômica servindo danoninho na maior cara de pau nem o estouro de champagne tirando uma da sua cara na primeira classe. O balão proporciona toda a emoção de ver o mundo do alto, as pessoas do tamanho de formigas, sem turbulências nem toalhas fervendo quentes. Deve ser uma grande experiência!

#6 Passeio em Paranapiacaba
Sou completamente apaixonada por trens antigos (aqui no Brasil chamamos de Maria Fumaça). São as máquinas mais lindas que a humanidade poderia inventar. Fico boaquiaberta toda vez que vejo uma de perto. No centro de São Paulo, próximo ao Mercado Municipal, existe o Memorial do Imigrante onde vou sempre que tenho oportunidade. Lá, eles conservam como podem uma Maria Fumaça que trouxe muitos italianos para a cidade. Oferecem até um minúsculo passeio (de ré!) enquanto contam a história da máquina. Mas o que quero registrar nesse último item é minha imensa vontade de fazer um passeio de verdade em uma Maria Fumaça completa e que sai da cidade para o interior. É a visita à Vila Inglesa que sai da Estação da Luz para Paranapiacaba. Tudo de Maria Fumaça! É a volta no tempo que minha alma precisa!

19 comentários:

Del Santana disse...

ah, del, quando comecei a ler eu pensei: "tem que ter - ser artista de circo, mesmo que por pouco tempo :)"

escrevendo um livro? que legal, termina logo p/ gente ler, vai ^^.

gostei da sua lista, bem criativa.

beijo

Ana Lu disse...

Ei Del! Eu super imagino você com roupa de bailarina, em cima do elefante! <3
E trens são deliciosos mesmo, eu adoro!!
E quero ler esse livro, gente! Helena é o nome da minha irmã, sabe. Eu adoro nomes fortes, que servem assim, de títulos, sozinhos!
Nunca li a tragédia grega que se chama Helena, mas só o nome dela já é de uma força incrível!
E não sei se eu comi bola, ou você acabou nem falando de The Rasmus!
Viajar de balão deve ser uma delícia, mas eu ia morrer de medo!
Beijos!!

Fran.ciellen :) disse...

Livro e voar de balão: QUERO MUITO. Aqui em jacareí tem campeonato de balonismo às vezes. É lindo.

E... AMANHÃ VOU FAZER FREE HUGS COM OS AMIGOS! VEM PRA CÁ, DEL! *-* Fazíamos, em 2008, a cada 15 dias e nos reencontraremos amanhã, lindo né?
E eu já andei de maria Fumaça, é mágico! Mas foi em MG!

AMEI seus itens!

Ba Moretti disse...

Sua lista é pra lá de diferente e interessante. Adorei.
Quando for voar de balão avisa que eu me jogo junto! HAHA

L.H.C disse...

Ah, Del, tomara que você já termine esse livro, kkkk, quero está entre as primeiras a ler, sabe, também tinha vontade de escrever um livro, mas acho (tenho certeza) que não tenho muito talento para tanto. Acho que esse negócio de FreeHugs deve ser bacana; há alguns dias, estava andando na rua, e um carinha todo melado estava com uma plaquinha, 'abrace um calouro' e tal, era trote da universidade, e todo mundo passando por ele e olhando torto, ai eu fiquei com dó e fui abraçá-lo.

Nathy disse...

Que máximo, voar de balão! rsrsrs

Também quero escrever um livro!

Milena M. disse...

Del, você já leu "Água para Elefantes"? Lendo esse post eu lembrei demais desse livro. Todos os seus desejos tem um ar meio circense, inclusive o do trem. Achei muito lindo.
E esse item 2, hein? Eu sempre procuro motivos pra acreditar que a bondade ainda exite entre nós. "Precisamos relembrar que somos pessoas e não gado indo para o abate." É bem assim que eu penso. :)
Beijo!

Flá Costa disse...

Mulher do céu, você é super intelectualizada. Cada ideia original! Nada contra as outras meninas, mto pelo contrário pq meus desejos mortais são parecidíssimos com o de todas elas (tatuagem, amor eterno...), mas os seus desejos são super únicos.

Boa sorte com o livro!

Laura K. disse...

Vou lançar um LIVRO, mas de poesias... não queria participar de um circo, porém, uma peça de TEATRO me atrai e queria ter tempo pra me dedicar de corpo e alma em algum PROJETO SOCIAL, esses dias felizes ainda estão pra chegar. Espero.

Isadora disse...

Del(ícia), quando quiser (mesmo) me avise, e eu te levo para Paranapiacaba. É aqui do ladinho e é uma delícia. Aproveita e me traz seu livro, que eu fiquei super curiosa :)

Evelyne disse...

Quando você lançar seu livro vamos todos mandar cartas emails e perturbações para o New york Times dar destaque à ele. ;)

Evelyne disse...

Aí todo mundo vai comprar e sua foto na starbucks London vai valer milhares de dólares.

Edgar disse...

Devo ter visto duas ou três listas como essa em blogs, mas sem dúvida a sua me agradou em cheio.

Eu tenho algumas boas idéias também. Dentre as que realmente valem a pena (como se fossem incontáveis) existem duas pelas quais costumo nutrir um grande respeito. Modéstia a parte, são o que há de mais inovador e das poucas coisas que eu não divulgo. Bico fechado. Sempre penso que preciso patenteá-las o quanto antes. Tá. Como não quero passar por doido, acho que não faz mal se eu revelar que uma delas tem a ver com cadarços, mas a outra eu não conto, é segredo demais. Você faz muito bem em não publicar as suas invenções aqui... o mundo é dos espertos!

Thay disse...

Pra quem disse que não varia muito nos memes, você fez escolhas super interessantes! Voar de balão deve ser uma experiência incrível, se surgir uma oportunidade pra mim, hei de embarcar! E o que dizer do livro da Del?! Com certeza vou querer um exemplar, e autografado! Se seus textos por aqui já são tão perfeitos, que dirá num livro! Boa sorte com ele!

Beijo!

Andreia disse...

A vida é tão curta, e vez de andarmos às turras uns com os outros deveríamos fazer algo por nós, pelo mundo. Deixar a nossa marca.

Este ano estou MUITO virada para a tua segunda coisa que gostaria de fazer. Realmente tenho pensando - muito - em fazer voluntariado. (Embora, claro está, a minha mãe acho que estou em idade de ganhar dinheiro e não de me armar em santa. ;D)

nunca andei de balão mas deve ser uma experiência fantástica. *-*

Adorei o meme!

Bia disse...

Compartilho da um!
E já tenho até titulo e sobre o que, só falta começar!
Saudade dos seus posts, mas época de tcc e estágio é osso, viu?!

Flor disse...

Del, eu sumo mas sempre volto.
Já comecei a escrever um livro, mas ele está arquivado porque er.. não consegui ir muito longe. Travei, todas as ideias que eu tinha evaporaram e eu não consegui reorganizar.
Voar de balão também seria muito cool, mas tou louca pra voar de asa, adrenalina total *.*
E olha, vou junto no trem. Amo, acho lindo! Semana passada eu ia, mas aconteceu um problema e tive que mudar a rota, mas PRECISO fazer esse passeio. *.*

Beijo Del :*

Anna disse...

Se eu te contar que tenho um projeto de livro na minha cabeça, cuja personage principal se chama Helena, que tem um amor platônico, irmã avoada e gato de estimação você acredita?
Juro que tô falando muito sério! Fiquei com medo agora! hahahaha
Tenho a história meio que montada (mentira, tenho um começo e sei onde quero chegar, só falta ir)e uns 4 contos escritos estruturando mais ou menos os personagens. E é isso. Vamos unir nossas Helenas e ver se quem sabe sai alguma coisa (sério).
Beijo!

nothingbutasong disse...

me avisa quando terminar helena ? quero comprar ! Vou reservar um cantinho pra ele na minha estante de livros desde já ! Mas ficarei esperando, não importa quanto tempo ta ? [pra não nos perdermos uso meu email desde sempre, não pretendo abandona-lo: nicole.andressa@hotmail.com ] (:

Postar um comentário