4 de janeiro de 2012

Retrospectiva Bonjour Circus 2011

Resolvi fazer uma retrospectiva blogueira porque sim. Apesar do meu rebento internético ser muito novinho, já agregou muitas coisas e pessoas e acontecimentos. Já está mais do que rodado em redes sociais e perambulou por todas as fofocas do estilo "Um passarinho me contou!"

Eu duvido muito que eu vá fazer isso de novo ano que vem...

O ano fecha com mais de 90 textos publicados, 19 não terminados e quase 40 na fila de espera. Sim, eu escrevo um monte de bobagens que são atropeladas por outras bobagens causadas pelo cosmo, que merecem a luz do sol antes dos renegados (ou famigerados?) textos da tag alter ego. Desses 90 e tantos, os mais lidos foram: 1º lugar com Cadê meu Dono?; 2º lugar com Seis coisas que eu gostaria de fazer e ainda não fiz e 3º lugar com UniverSo Paralelo. O que me faz pensar que vocês adoram cachorros, acham que sou tão exótica que correram para conferir a lista do que quero fazer e querem mais é ver o circo pegar fogo com as minhas opiniões contrárias e primitivas.

Comemorei o primeiro aniversário do Bonjour Circus com um dos meus textos fictícios preferidos: Todo dia é dia de circo. E também, pela primeira vez, revelei a todo mundo as músicas que fazem parte da minha vida com a mixtape "A garota 100 faces", na comemoração de 100 textos. A playlist, porém, ganhou novas músicas desde sua publicação e talvez mereça uma segunda rodada. Os meus textos favoritos não foram para os mais lidos nem coroam algum dia especial, mas ganham um espaço agora: em 1º lugar 600ml, que foi o maior e mais complexo desabafo que já fiz, onde metáforas jamais serão compreendidas. Em 2º lugar Que seja eterno enquanto sempre, que é simples como todo amor deve ser. E por último, em 3º lugar, o Pelas bordas, que foi escrito de coração aberto.

Eu não poderia deixar de mencionar o E aí você entrou na minha vida, texto pelo qual tenho um enorme carinho, e também o Eu mãe?!, que mostra um lado "gente grande" que nem eu sabia ter.

O Bonjour Circus passou de "endereço na internet que abriga textos" para O Lugar Onde Registrei Minha Metamorfose. Como todo blog feito com carinho, o BC conquistou um pedaço do meu dia a dia e parte das minhas ideias. Aqui conheci novas pessoas maravilhosas, que me preenchem com crônicas requintadas, ternura, companheirismo e muito carinho.

Por isso digo que sim, pari o Bonjour Circus. Mas ele só está crescendo forte e bonito por causa do carinho de cada um de vocês: o meu Respeitável Público!

7 comentários:

Pablo disse...

Muito bom saber que, fiz parte de um pedaço desse caminho! ^^

Del Santana disse...

Ah, que lindo, Del. Gosto muito do BC e podes crer que estarei sempre aqui, da plateia, assistindo e aplaudindo o seu interminável e incansável espetáculo de palavras ;)

Beijo

Ana Luísa disse...

Que lindo! Parabéns para o BC! Adoro ser público dele ;)

Thay disse...

É tão bom ver o trabalho dando frutos! Fico feliz que o lindo do BC exista para nos alegrar! /o/

Ahhh, e uma coisa que foge um pouco do assunto mas, assim que vi, não pude pensar em outra pessoa que não você: um livro com circo no tema! Assim, não sei se a história é boa já que ainda não o li, mas a capa e as artes internas são lindas e acredito que você, como boa moça circense que é, pode vir a gostar. Enfim, o livro se chama 'The Night Circus' e vi à venda no Amazon, acho que ainda não foi lançado no Brasil. Se você procurar por lá, dá pra ler um pouquinho. :)

Beijo, Del!

L.H.C disse...

E daí que eu li todos os textos da retrospectiva? E daí que eu sou a fã número 1 do BC? E daí que eu adorei, melhor dizendo, amei conhecer esse blog? Espero que tenhamos muito mais textos engraçados, dramático, com bobagens ou não, enfim, vida longa ao BC!

gabi four disse...

leitinho para o BC!
já disse aqui no post das 19mil visitas que ainda bem que você apareceu num comentário lá no 187. És um achado.

:*

quaresma. disse...

você é sempre uma caixinha de surpresas - e surpresas boas, diga-se de passagem.
sim, eu continuo lendo seus textos pelo meio, fim e começo. até hoje não sei explicar o motivo, só sei que é assim : )
que venham mais textos!

beeijas, Del ;*

Postar um comentário