3 de outubro de 2012

Os sete pecados da leitura

Encontrei esse meme por vários blogs e para ser sincera a minha lista está há um tempão esperando pela publicação. Como ando ocupada e sem inspiração por esses dias, acho que a hora do meme chegou. Muitas pessoas já participaram, então dessa vez esse é o motivo para não indicar alguém. Mas se você aí ainda não fez e ficou vontade, sinta-se indicado.

Ganância: Qual seu livro mais caro? E o mais barato?
O meu livro mais caro (e o mais querido da vida inteira) é o The Circus 1870 - 1950, que passou longe dos R$100. O livro mais barato é o Auto da Barca do Inferno, que custou R$7,00.







Ira: Qual autor você tem uma relação de amor/ódio?
Eu não sou uma pessoa de meio termo. Ou eu amo, ou odeio. O Jostein Gaarder é aquele tipo de autor que escreve bem, sabe se expressar, mas fica naquele papinho batido de filosofia juvenil, tipo num atoleiro, e não sai do lugar. O Dia do Curinga, por exemplo, é o livro mais porre que eu já li na vida, e mesmo assim continuo gostando do trabalho do Jostein.





Gula: Que livro você deliciosamente devorou várias e várias vezes sem vergonha nenhuma?
O Circo - As Aventuras de um Circo Viajando pela Europa do Século XIX. Além de ter o maior subtítulo da história, reune também o maior número de informações sobre a vida circense. Volte e meia recorro às páginas dele para verificar alguma curiosidade ou responder as dúvidas que algumas pessoas trazem para mim. É um livro fantástico!




Preguiça: Que livro você tem negligenciado a leitura devido à preguiça?
Quem me acompanha no twitter sabe como estou sofrendo para ler O Último Judeu. O livro não é chato, fala sobre um assunto que me interessa muito, mas não vai de jeito nenhum! Começo a ler outros livros, acabo comprando outros e ele vai ficando para trás. Existe aquele negócio de "momento para determinado livro", né? Então, acho que não estou pronta para esse. 





Orgulho: Que livro você sempre fala sobre para parecer um leitor intelectual?
A Insustentável Leveza do Ser é o livro mais du'oh que eu li, por enquanto, mas fazer o quê? Milan Kundera parece ser o querido dos exibidos, então eu sempre digo que "sim, já li um livro dele, pois é, justo esse - A Insustentável Leveza do Ser", e oculto a parte do "é uma verdadeira bosta".
 




Luxúria: Que atributos você acha mais atraente em personagens masculinos e femininos?
Mulheres tem de ser fortes, ou amadurecerem durante o enredo. Não suporto mocinhas frágeis e desprotegidas, que passam pelas páginas suspirando no parapeito da janela e jogando lencinhos na rua para o cavalheiro pegar. O homem? Inteligente, perspicaz e com um quê de gentil, sensível. Um cara sem medo de demonstrar que tem coração. Mas o que eu gosto mesmo é de cachorros. Eu amo cachorros porque eles não são pessoas. Na foto, Porteiro, o cachorro mais legal do mundo (depois do Benjamin). 



Inveja: Que livros gostaria de receber de presente?
Todos os livros do mundo. Até os ruins eu aceito, só para acender a lareira enquanto leio os bons. Ok, escolhi os três assim, mais urgentes, que eu quero ler para ontem! Se alguém encontrar em PDF, também trabalhamos, viu? Se alguém sentir pena e quiser presentear, prometo incluir vossa alteza em minhas orações.

6 comentários:

Ana Luísa disse...

HAHAHA, sabe que eu sempre falo que tenho que ler logo um Milan Kundera e um Kafka pra poder me exibir, né. Porque por enquanto eu uso o Dostoiévski! Mas meu ápice vai ser quando eu ler Sartre! HAHHAHA
Beijos, Del!

Luciana Brito disse...

Eu tinha visto esse meme e, se não me engano, ele foi proposto pelo Skoob (pelo menos foi lá que eu vi). Até fiquei com vontade de fazer, mas a preguiça falou mais alto.

Nunca tinha pensado nesse lado do Gaarder, mas é verdade, ele só fica nesse papinho filosófico juvenil, mas escreve bem e poderia fazer algo diferente. E eu ri, ri com o Kundera! Porque olha, eu li esse livro, lembro de ter gostado, mas não lembro nada além disso! Estupidez define! hahahaha

Mas acho que me sentiria mais culta se lesse Dostoiévski.
Beijos, dona Del!

L.H.C disse...

Nossa, a insustentável leveza do ser eu não passei da primeira página! Para me exibir eu sempre uso Crime e Castigo, ou Guerra e Paz, O Elogio da Loucura, ou O Príncipe :D

A felicidade é um estado de espirito disse...

Adorei e to postando aqui meus crimes capitais literários ha ha ha:

Os sete pecados da leitura
Ganância: Lobão 50 anos em mil (o livro mais caro)
Ira: Um longo caminho pra casa (Que ódio da personagem mãe)
Gula: Memórias de uma gueixa (devorei sem piedade em apenas um dia)
Preguiça: O morro dos ventos uivantes (livro chato pra caralho)
Orgulho: A insustentável leveza do ser (só pra mostrar que sou Cult)
Luxuria: O amante de Lady Chaterlley e cinquenta tons de cinza (os mais picantes que já li)
Inveja: Crime e castigo, 1984, o restante da trilogia “cinquenta tons”.
Os que não li ainda e morro de inveja de quem já leu se quiser me dar de presente #fica a dica, meu niver ta chegando:

Cami disse...

Eu sempre uso Laranja Mecânica pra me exibir. Hahaha Eu não tinha visto esse meme ainda, gostei bastante. E o que mais gostei foi que você não postou livros "comuns" na lista, tipo os mesmos que todo mundo fala e tal, aí deu pra conhecer outras coisas além dos livros mais pops que tão bombando por aí. (:

Ana Flávia Sousa disse...

Que delícia de Meme. Nunca faço, porque a preguiça não fala alta, ela é escandalosa.
Mas fiquei com vontade de fazer este.

Pra me exibir, sei lá o que uso.
Nesse mundão sem leitores, qualquer "A formiguinha e a neve" é uó da intelectualidade. Uma pena. hehe

Uns beijos Del.

Postar um comentário