10 de dezembro de 2012

Skoob - minha estante virtual

Antes do meme, eu queria dizer que recebi esse selo do blog Caixa Preta e gostaria de agradecer pela indicação! Para não estragar a brincadeira, devo indicar agora alguns blogs também. São eles: 




Surrupiei do blog 187 Tons de Frio porque sim. Acho que memes são sempre bem vindos, ainda mais quando tem esse negócio de tags e o escambal (mesmo eu nunca não indicando alguém). Eu sei que o Bonjour Circus anda literário demais.

1. Quantos livros você tem na sua aba LIDO no skoob?
125. Foi o que a minha memória conseguiu registrar permanentemente e de agora em diante tomo um certo cuidado desnecessário para manter a lista atualizada. É um tipo de jogo de egos, se você quer saber. Sou a favor do script para contabilizar quantos rótulos de produtos e outdoors cada indivíduo leu.

2. Qual livro você está lendo?
Estou lendo dois. O Evangelho Segundo o Espiritismo, de Allan Kardec - totalmente abandonado porque não tenho aptidão para esse tipo de leitura. Morangos Mofados, de Caio Fernando Abreu - sou curiosa e queria saber qual era a desse cara que todo mundo vive citando. Só digo uma coisa: é detestável.

3. Quantos livros tem na sua aba VAI LER?
205 and couting. Acho que essa lista nunca vai parar. O único problema é que ela cresce por causa da minha mania de comprar/baixar mais livros do que posso/vou ler. Alguns ficam tanto tempo por lá, que acabam deletados quando perco o interesse ou a paciência de esperar encontrá-los/comprá-los. É instável, assim como eu.

4. Você está relendo algum livro? Qual é?
No momento, não. Mas O Fantasma da Ópera está na espera.

5. Quantos livros você já abandonou? Quais são eles?
Já abandonei seis livros livros: Viagens na Minha Terra, de Almeida Garrett - um porre! Meu Deus, que livro chato. Os 13 porquês, de Jay Asher - pré-adolescente demais para mim. Lugar Nenhum, de Neil Gaiman - eu lembro que o livro era até legal. Não sei porque abandonei. O Menino do Pijama Listrado, de John Boyne - não entendi o que fez as pessoas amarem o livro; a ideia é boa, mas colocada em prática ficou monótona e sem emoção. As Memórias do Livro, de Geraldine Brooks - abandonei porque ia viajar e não podia levá-lo comigo; duvido muito que a Del de hoje voltaria a lê-lo. Entrega Especial, de Danielle Steel - sério mesmo que eu já tentei ler isso? Dona Steel faz o gênero chik-lit para a meia idade. Não dá.

6. Quantas resenhas você tem cadastradas no skoob?
Nenhuma. Eu tinha algumas, só que deletei ao perceber que a minha opinião não faz a menor diferença. Ao ler algumas resenhas alheias, eu adoraria que outros usurários tivessem esse mesmo despreendimento.

7. Quantos livros avaliados você tem na sua lista?
125. Tenho essa mania, essa síndrome de Monica Geller, que me obriga a ter tudo nos conformes.

8. Na aba FAVORITOS, quantos livros você tem registrados? Cite alguns.
Seis livros. Sim, eu sou uma fresca que não favorita quase nada na vida (incluindo pessoas). Não tem segredo: são livros do Zusak, o meu próprio, um da Florbela Espanca e sobre arte circense (óbvio).

9. Quantos livros você tem na aba TENHO?
51. Eu sempre me esqueço de marcar o ícone verdinho, ele fica mei' escondido.

10. Quantos livros você tem nos DESEJADOS?
21. Sendo que a maioria eu desisti de esperar ganhar/comprar. Alguns que estão na lista de "vou ler" nem foram marcados ainda como desejados, o que bagunça um pouco e me faz perder oportunidades de ouro (digamos que eu tenho o meu Skoob como parâmetro ou até post-it para me lembrar do que vou ler/comprar ou do que quero ganhar). Dou prioridade para o velho novo do Zusak, O Azarão, a coleção da Florbela Espanca e do Steiner, e A Loucura de Isabella (e outras Comédias da Commedia Dell'Arte), do Flaminio Scala.

11. Quantos livros emprestados no momento? Quais?
Nenhum. 'Cê só pode estar de brincadeira achando que eu empresto livro. Só falta pedir o quê? O namorado?! Eu minto para não emprestar os meus livros. Eu escondo quando sei que a visita a chegar gosta de determinado autor ou gênero. Enquanto uns guardam dinheiro, eu guardo livros dentro do colchão.

12. Você quer trocar algum livro? Quais são?
Ai, quero. O problema é que os livros que quero ninguém está disposto a se desfazer deles. Esses materialistas são mesmo uma desgraça. Olha quem fala, a menina que esconde Markus Zusak atrás da geladeira para ninguém levar. Enfim, são 14 livros que acumulam pó na estante e não me deixam esquecer de que eu poderia estar me divertindo com outros em seu lugar: Superdicas para Escrever Bem, de Edna M. Barian Perrott (RLY! Quem me deu não me conhece). A viuvinha / Cinco minutos, de José de Alencar (esse tal Zé deveria ser banido do mundo. Just saying). Coração na Lona, de Marlene O. Querubim (para você ver que o meu desapego material slash budista não tem fronteiras). 24 Horas na Vida de uma Mulher, de Stefan Zweig (eu adorei esse livro, mas não vou ler novamente). Tem Crepúsculo, O Diário de Bridget Jones e alguns outros.

13. Na aba META, quantos livros você tem marcados? Cumpriu essa meta?
Metas não são o meu forte. Para mim, tem algo de depressivo e desesperador, sem mencionar que uma parte de mim se diverte com sabotagens. Tenho a impressão de fazer dar errado de propósito. Mas essa sou eu.

14. Qual é o número no teu paginômetro?
31.545 (não faço a menor ideia do que isso significa).

15. Qual o link do teu perfil do Skoob?
É esse aqui! Não posso resistir, devo deixar uma metáfora idiota para encerrar: ao vasculhar minha estante, não julgue o livro pela capa.

5 comentários:

gabriela p. melo disse...

Ai, Del abandonou o menino do pijama listrado. Já me conformei que você é uma das blogueiras maaaaaaaaaaaaaais diferentes de mim, falando sobre gostos e preferências.
Morangos mofados só tem de maravilha o nome, nem de longe é o melhor do Caio, e olha que eu gosto dele, não entendo o frufru em volta desse livro. O ovo apunhalado é muito melhor, hehe.

Eu também não sabia que raios era o paginômetro, mas duas gurias bonitas me disseram que é a soma de todas as páginas dos livros que você leu. Me senti muito mais culta depois de descobrir isso.

Nina disse...

Na minha lista de "estou lendo", tem "1Q84" e o seu livro, Del. Que, definitivamente, não estou conseguindo ler. O ritmo é muito bom, mas o PDF não ajuda mesmo. Já estou planejando comprar o seu livro, definitivamente, ao fim desse mês.
Olha, eu compreendo o ritmo difícil de "O Evangelho Segundo o Espiritismo", mas acredito que você ainda possa dar uma chance ao dito cujo, pois a leitura, acredite, é mais simplista e lógica do que a Bíblia católica que conhecemos. Vale à pena.
Abraços.

L.H.C disse...

Desculpa Del, mas eu sempre fico rindo quando venho aqui, acho que o circo é o seu lugar, anyway, Caio Fernando de Abreu ser porre não é novidade, mas não fico surpresa por abandonar o Menino do pijama listrado, eu simplesmente soluçava quando estava lendo, chorei demais.
Hoje eu reparei nessa coisa de paginômetro no skoob, também não sei o que é :P

Nick Soad disse...

Olá, Del! Quanto tempo!
Como não tenho muito tempo, só vim lhe avisar que "Helena" chegou aqui em casa, ontem. Fiquei feliz da vida! ;)
Não foi fácil chegar aqui. O livro foi enviando e voltou e reenviaram novamente. Foi comprado desde a época do lançamento. Chegou só agora. Por confusão dos correios. Mas, pelo menos, chegou! ;D
Vou falar sobre ele no blog, quando eu voltar a postar.
No momento, tudo está tão corrido. Mal tenho tempo p/nada.
Mas, se Deus quiser, conseguirei me organizar um pouco mais no ano que vem. Tenho que conseguir, pois é um de meus objetivos! rs

Um beijo, querida:*

Fabiana C. disse...

Verdade que a sessão de lidos é um jogo de egos! Adorei esse meme do Skoob, pois dá pra ver que todo mundo tem um pouco de manias em comum quando se trata de livros. O paginômetro acho que é a soma das páginas dos livros que vc já leu.

Postar um comentário