1 de agosto de 2013

Diálogo aberto com a Del de dez anos

Este post faz parte do desafio 30 Days Writing Challenge criado por Dasty, do blog Spleen Juice. Dia 04: “Apenas diálogos”.

— E então, como vai ser daqui há dezesseis anos?

— Não sei se devo lhe contar... Estamos longe de viver um conto de fadas.

— Mas eu preciso saber!

— Tudo bem, mas depois não diga que eu não avisei.

— Fale!

— Aos treze anos você se mudará para um lugar horrível e nunca mais verá seus amigos ou sequer fazer novas amizades. Todos os seus heróis irão cair. A sua vida se deteriorará de tal forma, que mesmo após dezesseis anos você ainda será incapaz de se reerguer.

— ...

— Eu disse que não seria um conto de fadas.

— Então quer dizer que eu não serei professora nem cantarei em alemão?

— Nem perto disso.

— E não vou me casar com um rockstar nem morar no estrangeiro?

— Você passará anos acreditando que se tornará freira, e depois de conhecer dois idiotas, terá certeza de que nasceu para ser esposa do Senhor. A boa notícia é que essa fase passa. A má notícia é que não há nenhum rockstar.

— Pelo menos vou ter a Laika.

— Na verdade a Laika irá morrer daqui um tempo...

— O QUÊ?!

— Só que depois vem o Benjamin! E ele é um excelente cachorro.

— Mas a Laika é a única cachorra legal do mundo.

— Bom, o Benjamin é um macho. Tecnicamente, a Laika continuará sendo a única.

— Eu vou ter um bebê?

— Você terá horror a maternidade. Ainda não sei se é apenas outra fase, por enquanto só posso dizer que se for, está demorando a passar.

— Eu queria um bebê...

— Não fique triste. Isso é só um reflexo do medo de parir um monstro igual o seu pai. Deixe essa preocupação comigo, ok?

— E os meus pais?

— Não acredite em nada do que eles dizem. Nunca!

— Não sei se quero passar por tudo isso, não me parece nada bom.

— Não há remédio.

— Deve existir um jeito de mudar o meu destino...

— Bom, tem uma maneira.

— QUAL?!

— Fuja com o circo, menina, enquanto há tempo.

7 comentários:

Thaís Leocádio disse...

Del, você sempre me emociona.

Renata Cristina disse...

Muito bom, Del! *-*
Nem sei explicar como gosto de ler seus textos.
Beijos

Juan disse...

Surpreendentemente maravilhoso!
Fiquei encantado com a delicadeza das suas palavras s2

Dea Carvalho disse...

:chuif:

Dasty-Sama disse...

Simplesmente sensacional! Adorei como os diálogos acabaram haha

Débora Braga disse...

Que texto ótimo! Adorei o projeto!
Beijos

Flor disse...

Medo de levar esse papo com a Flor de 10 anos. Muito medo.

Postar um comentário