8 de março de 2016

Projeto – Destrua este Diário (Parte 2)

Clique aqui para ler a primeira parte!

Vamos todos fazer de conta que o primeiro (e até então último) post sobre esse projeto não foi há mais de um mês atrás? Vamos. Vamos ignorar o fato de que há mais quatro páginas completas, mas mesmo assim nem me dei ao trabalho de atualizá-los? Vamos! Vamos desistir dessa blogueira que vos fala, virar as costas e ir embora para nunca mais? Por favor, não. Em minha defesa, digo que o trabalho me manteve afastada desse hobby divertidíssimo. Peço desculpas. Vida que segue.



Bem que eu disse que destruiria meu exemplar o mínimo possível, mas na parte do café foi inevitável. Não que eu tenha literalmente cuspido no livro, tenha dó! Peguei o café feito de manhã cedo, que já estava frio, e pintei a página – desenhei uma caneca porque sou fofa. Infelizmente, a foto não faz jus ao resultado final. Já os pés... bem, a missão era subir no livro e eu não vi sentido algum nisso. Como adoro fazer zentangles, desenhei pés aleatórios e preenchi. Não ficou tão legal, mas eu gostei.



Desde a primeira vez em que vi essa página soube que colocaria o Pig Pen por motivos de gente, Pig Pen! ♥ Só que não me senti à vontade em esfregar terra no livro então usei borra de café (daquele mesmo cujo líquido pintou outra página; sou muito sustentável). Ficou muito bom, obrigada, apesar da minha versão do Pig Pen ter saído meio torta. E quanto à missão da página seguinte, “Trace linhas grossas e finas”, tirei a foto antes de finalizar porque já expliquei que estava sem tempo. Agora ela está pronta e voltei a completar meu exemplar. Tem sido uma terapia, se você quer saber, e vou tentar não demorar muito para aparecer por aqui com as próximas páginas. Em todo caso, é só me seguir no Instagram – sempre posto lá primeiro!

4 comentários:

Elisa Mello disse...

HAHAH, esse livro é de mais né, adoro acompanhar o seu!

Sara com Cafe disse...

Que legal. Estou louca para comprar esse livro ahah acho muito bacana!

abraco.

Nara Stefanie disse...

só eu que levo a sério e destruo mesmo ? sem dó e sem fazer coisas bonitinhas:~

Nicas disse...

<3 Esse <3 Projeto <3 ! <3
Olhando suas páginas fico sinceramente arrependida de ter me desfeito do meu exemplar, mas se pá ano que vem, se pá daqui a pouco. Tinha visto a página do Pig Pen no Instagram e achei absurdamente sensacional (agora sei que também é sustentável). Acho lindas essas artes de destruir o livro o mínimo possível, pra mim são as melhores.

Postar um comentário